Fies 2016 terá limite de 350 mil Vagas

Atualizado em: agosto 10, 2015

by Fies 2016 on 10 de agosto de 2015

Vagas Fies 2016: O Ministério da Educação (MEC) anunciou as mudanças do Fies 2016 – Fundo de Financiamento Estudantil. Entre as principais alterações estão o aumento da taxa de juros, a diminuição do limite de renda dos beneficiados, a redução da oferta de vagas por ano e uma maior restrição no que diz respeito aos tipos de cursos financiados e indicadores de qualidade. Todas as novas regras terão início neste segundo semestre de 2015.

O Fundo de Financiamento Estudantil é um programa do Governo Federal, gerenciado pelo MEC, com a finalidade de financiar o curso superior de estudantes devidamente matriculados em cursos de faculdades não gratuitas, avaliados positivamente nos processos avaliativos do MEC.

Aumento na taxa de juros Fies 2016

Fies 2016 terá limite de 350 mil Vagas

Fies 2016 terá limite de 350 mil Vagas

A taxa de juros do Fies 2016, que era de 3,4% ao ano, vai passar para cerca de 6%, de acordo com informações apuradas pelo jornal O Estado de São Paulo. Apesar do aumento, a taxa de juros permanecerá abaixo da média da inflação dos últimos anos. Desta forma, o Governo Federal continuará subsidiando o programa.

O objetivo do MEC é realizar de 310 a 350 mil financiamentos no Fies 2016. O número também deverá permanecer o mesmo nos próximos anos. Até então, no ano de 2015 já foram assinados um pouco mais de 250 mil contratos. A expectativa é de que os financiamentos do Fies passem a ser centralizados em um sistema gerenciado pelo MEC, da mesma maneira que acontece com o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Limite de renda Fies 2016

Conforme já havia sido informado pelo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, o limite de renda do Fies 2016 realmente será reduzido. Tudo isso porque a taxa de matrícula de estudantes com rendimento familiar mensal de mais de R$ 5 mil foi a que mais aumentou. Atualmente, o teto máximo familiar para participar do programa é de 20 salários mínimos por mês (R$ 15.760,00).

Outra importante mudança na estrutura do programa está relacionada a uma maior restrição nos tipos de cursos financiados. Algumas áreas consideradas estratégicas para o País terão prioridade: Engenharia, Saúde e formação de professores. Além disso, os critérios de avaliação dos cursos pelo MEC serão levados em conta. Assim, os cursos com índice máximo na escala de qualidade (nota 5) serão privilegiados.

Todas as alterações visam a redução do custo do programa. Em 2014, o Fies computou 732 mil contratos fechados, atingindo um número expressivo de quase 2 milhões de estudantes beneficiados pelo financiamento. Desta forma, o gasto com o programa esteve próximo de atingir a marca de R$ 14 bilhões.

As inscrições do Fies 2016 continuarão sendo efetuadas via internet, por meio do site http://sisfiesportal.mec.gov.br/. Na página, o candidato precisa fazer um pré-cadastro, validar as informações junto à instituição de ensino e procurar o agente financiador escolhido (Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal) a fim de firmar o contrato.

[Total: 3    Média: 3/5]

Luiz fernando machado novembro 24, 2015 às 17:23

Fies 2016

Responder

Luiz fernando machado novembro 24, 2015 às 17:26

Participar do fies 2016

Responder

Luiz fernando machado novembro 24, 2015 às 17:27

Quero estudar preciso do fies 2016

Responder

Silvana janeiro 13, 2016 às 18:01

Gostaria de saber se o FIES pode ser pra todas universidades.

Responder

Silvana janeiro 13, 2016 às 18:02

Ou o MEC que escolher qual é a universidade

Responder

lucelia aparecida de jesus janeiro 18, 2016 às 11:54

Bom dia,gostaria de saber a respeito do aditamento do fies,quando vai começar as inscrições.

grata pela atenção.

Responder

Veronica Dos Santos Almeida janeiro 26, 2016 às 16:05

Como me inscrevo no fies eu fiz o enem no ano passado e me inscrevi no sisu e prouni e não deu certo tire minha duvida

Responder

Leave a Comment

Texto anterior:

Próximo texto: