Aditamento

Aditamento Fies 2016

Atualizado em: outubro 12, 2015

by Fies 2016 on 12 de outubro de 2015

Aditalmento Fies 2016 – O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2016 é um programa do Ministério da Educação (MEC) que é destinado a financiar a graduação em instituições de ensino superior de estudantes regularmente matriculados em instituições particulares de ensino. Todos os estudantes que já possuem ou pretendem cursar ensino superior através do FIES 2016 devem estar atentos para quaisquer alterações que possam ocorrer na legislação do FIES sobre os contratos, condições de financiamento, aditamento e renegociação. Confira a seguir como funciona o aditamento do Fies 2016.

Os contratos do Fies devem ser renovados semestralmente para que não se perca o beneficio. Então fique atento aos prazos e não deixe de realizar o aditamento Fies. O aditamento é a renovação semestral dos contratos de financiamento que pode ser simplificado e não simplificado.

O Fie 2016 é de extrema importância para estudantes que estão matriculados em instituições privadas de ensino superior. O programa garante financiamento de ate 100% do curso em instituições privadas de ensino superior que tenha avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).

Para fazer a inscrição Fies 2016 o estudante tem que primeiramente participar das avaliações do ENEM, ter nota de no mínimo 450 pontos em média e nota acima de zero na redação. Podem participar deste programa os estudantes que:

  • Não tenha concluído o curso superior.
  • Tenha renda familiar bruta de ate dois salários e meio, por pessoa
  • Tenha participado do ENEM a partir de 2010 com nota mínima de 450 pontos na média e nota maior que zero na redação

Como fazer o Aditamento do Fies 2016

Aditamento Fies 2016

Aditamento Fies 2016

Este processo deve ser feito por meio do sistema informatizado do FIES chamado de SisFIES – http://sisfiesportal.mec.gov.br/index.html, mediante uma solicitação da Comissão Permanente de Supervisão de supervisão de acompanhamento (CPSA) e confirmação eletrônica que é realizado através da instituição que o estudante é matriculado. Após esta solicitação, o estudante deverá informar sobre sua situação, se foi realizado o aditamento.

Nos aditamentos simplificados, em que os alunos apenas atualizam os dados pessoais e o valor da semestralidade, sem impacto no valor total do contrato, basta entrar no sistema e fazer a alteração. As atualizações são analisadas pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino. Após a validação da CPSA, o aditamento é processado.

No aditamento não simplificado, em que há alterações mais profundas no contrato, como troca ou alteração na renda do fiador, impacto no valor ou mudança no estado civil do estudante. O próprio sistema gera um documento, a ser levado ao banco para que o aditamento seja realizado. Após fazer a retirada do DRM, o aluno precisa comparecer ao Agente Financeiro, acompanhado do seu representante legal e do fiador (Caso o estudante tenha), para formalizar as atualizações em até dez dias, contados a partir do terceiro dia útil após a confirmação da solicitação de aditamento.

O candidato deve conferir todos os dados antes de efetuar a confirmação no sistema. Pois após ser realizada a solicitação junto à CPSA, caso o estudante verifique alguma informação incorreta, é preciso que ele faça as devidas correções e reinicie o processo de aditamento.

Para saber mais detalhes atualizados curta e compartilhe o Fies 2016 no Facebook!